domingo, 14 de agosto de 2011

Dor, o que é isso?

Não percebo o espanto do 'Ai aquele levou com um cornada do touro que até foi para ao hospital e agora está enfiado na arena outra vez, só pode ser louco.'

Se não houvesse uma boa dose de masoquismo na raça humana, e se a memória da dor não fosse curta, seríamos todos filhos únicos.



S.

Sem comentários:

Publicar um comentário